Marketing conversacional: o que é e como utilizar a estratégia
28 de janeiro de 2022

Marketing conversacional é manter diálogos em tempo real e de forma personalizada com os seus visitantes, buscando ajudá-los durante todo o processo de decisão de compra.

Esse direcionamento faz o processo de venda ser mais assertivo. Mas você sabe como utilizar essa estratégia?

Focada em oferecer uma melhor experiência ao cliente, o marketing conversacional consiste em manter conversas em tempo real e personalizada. O objetivo é auxiliar o visitante durante todo o processo de compra, ou reconhecimento da sua empresa.

Em primeiro lugar, reconheça o cenário

Antes de mais nada, é preciso considerar o atual cenário do mercado digital. Segundo o PPC Protect, uma pessoa é bombardeada por 6 mil anúncios todos os meses na internet. Além disso, a média de tempo em que o visitante permanece no site é de 10 segundos e está cada vez menor.

Por isso, o ideal é que você faça uso de ferramentas e plataformas que ofereçam atendimento personalizado e humanizado. Então, como usar o marketing conversacional na minha empresa?

Como utilizar o marketing conversacional? 

Depois de entender o que significa, você deve compreender como usar o marketing conversacional de maneira eficaz em seu site.

O marketing conversacional engloba qualquer forma de comunicação com o seu visitante, como telefone ou whatsapp. Porém, em grandes quantidades, realizar esse atendimento manualmente poderia ser um problema. Os chatbots, portanto, cumprem o papel de suporte ao cliente. Ao tornar possível o atendimento em larga escala, o programa que simula as conversas consegue obter resultados melhores e crescentes.

É importante lembrar que o chatbot é parte da solução proposta pelo marketing conversacional. A ferramenta, sozinha, não é capaz de executar toda a estratégia, pois é preciso aliar o instrumento às funções de personalização e dados. 

Como elaborar uma estratégia de resultados?

Ao analisar a atual demanda do consumidor e o cenário de alta competitividade, é preciso entender como captar a atenção das pessoas online. Sendo assim, vamos entender como construir uma estratégia de marketing conversacional que aplique os princípios de humanização?

Como utilizar o marketing conversacional?

Atração

Em primeiro lugar, é fundamental definir como atrair esse visitante para dentro da conversa. Essa é a etapa de maior influência no volume de conversas e leads que irá captar.

Para isso, é preciso reconhecer e oferecer o principal desejo do consumidor.

Ou seja, se o visitante está na página de preço, entenda que ele gostaria de receber uma proposta. Enquanto para o visitante da página inicial, o ideal é oferecer ajuda para despertar interesse e fazer com que o consumidor reconheça sua necessidade.

Por exemplo, se um visitante estiver na página de um produto específico, a abordagem deve ser feita de acordo com o estágio que ele se encontra no processo de decisão. Através do chatbot, você pode oferecer contato para que o cliente faça uma proposta ou solicite um orçamento. 

Qualificação

Essa etapa torna o resultado ainda mais assertivo. A fase de qualificação acontece a partir do momento em que o visitante demonstra interesse em receber propostas personalizadas do seu produto. Em seguida, o contato com o lead deve buscar informações como: 

1. Compreender se a pessoa realmente é um cliente qualificado para o produto/serviço da sua empresa;

2. Coletar informações para conhecer o perfil e a necessidade do visitante e possível cliente. 

Para isso, desenvolva perguntas pontuais e bem planejadas, que cumpram a função de qualificação. Esse processo é muito parecido com o que o SDR, Sales Development Representative, faz. Assim, sua equipe comercial receberá o lead bem definido. 

Análise 

Por fim, essa é a etapa que vai mostrar se a sua estratégia de abordagem está alinhada ao público do seu site. Além disso, as métricas vão definir se as perguntas de qualificação respondem à necessidade do seu lead.

Os dados mais importantes para a análise são: 

  • Quantidade de leads completos;
  • Taxa de conversão do chatbot;
  • Percentual de desistência em cada etapa;
  • Quantidade de leads qualificados;
  • Origem dos leads qualificados.

Portanto, o marketing conversacional atende a demanda por esse contato cada vez mais próximo entre marca e consumidor.

Com ferramentas que promovem esse relacionamento, a inteligência artificial busca resultados de engajamento e conversão para o negócio. Quando se mostra disponível para o lead, você transforma a experiência dos usuários online.

Agora que você entendeu o que é e como usar a estratégia de maneira eficiente, é hora de botar a mão na massa. Quer um serviço que entenda sobre esta estratégia e te apresente mais soluções eficientes? Conte com a equipe de bigode!

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!