3 meses para a Black Friday: saiba como se preparar
20 de agosto de 2021

Há pouco mais de 10 anos no Brasil, a Black Friday conquistou o público consumidor e se estabeleceu como um dos principais sazonais do ano para o comércio, seja ele o varejo físico ou digital. Ela sempre acontece no mês de novembro – inicialmente em uma única sexta-feira. Contudo, hoje conta com a diversa criatividade dos comerciantes, que estendem a data de acordo com a estratégia do seu negócio.

Por estar próxima de dezembro, a Black Friday geralmente abre a temporada de compras de Natal. Seu público-alvo é extremamente amplo, já que qualquer tipo de comércio pode oferecer descontos e vantagens durante o sazonal. Os descontos, inclusive, são a alma da campanha – e também a chave para atrair os consumidores.

O impacto da Black Friday

Como já era esperado com a pandemia e o isolamento social, as vendas on-line tiveram grande destaque na Black Friday 2020. Como resultado, o e-commerce movimentou 3,1 bilhões de reais somente na sexta-feira, um aumento de 24,8% em relação a 2019 – de acordo com a consultoria Ebit|Nielsen .

Para compreender o impacto em todo o período, entre 19 a 27 de novembro de 2020, o faturamento foi de R$ 6 bilhões30,1% a mais que em 2019, quando o valor registrado foi de R$ 4,6 bilhões. Além disso, durante esse período foram gerados 10,6 milhões de pedidos, quase 20% acima do que no ano anterior.

Por outro lado, diante do cenário causado pelo coronavírus, o varejo físico tem enfrentado fases de estagnação – momento que demanda atenção e estratégia.

Como preparar o seu comércio para a Black Friday

Antes de qualquer coisa é preciso saber se a premissa da Black Friday está de acordo com a estratégia do seu negócio. É importante destacar que se trata de um sazonal de alta relevância, muito aguardado entre o público consumidor. Por essa questão também, é fundamental não decepcionar o consumidor que aguarda grandes promoções, assim como a data promete. Então, se o seu comércio se encaixa na Black Friday e pode se beneficiar com ela, há algumas orientações que podem ajudar no planejamento da campanha.

Dê bons descontos

Se não for uma opção para o seu comércio fornecer descontos atrativos, talvez não seja uma boa ideia participar do sazonal. Durante a Black Friday o consumidor espera por ofertas que não teve o ano inteiro. Ele deseja ser surpreendido, e nunca desapontado.

Vale ressaltar também que falsos descontos são ainda piores do que ofertas ruins. Hoje em dia o consumidor está mais alerta e tem acompanhado os preços dos produtos que deseja adquirir. Marcas que insistem em fraudar as promoções estão perdendo a força entre o público.

Invista em campanhas publicitárias

Ninguém vai comprar se não souber que sua loja está vendendo. Por isso é fundamental investir em comunicação profissional para atrair o público e se destacar entre a concorrência. Com marketing especializado é possível aumentar seu alcance, atingir um público com maior potencial de compra e aumentar suas vendas. 

Confira seu estoque e sua equipe

Neste momento é importante ser otimista, já que a expectativa é que a Black Friday aumente as vendas de maneira exponencial. Portanto, é imprescindível garantir que seu negócio está preparado para o aumento nos pedidos e também no trabalho. Faça um planejamento realista que contemple tanto seu estoque, quanto as funções desempenhadas pela sua equipe.

E-commerce: atente-se à experiência do usuário

Assim como o estoque em uma loja física, os e-commerces precisam se certificar de que seu site de hospedagem é capaz de suportar um alto número de acessos e registros. Assim, podem garantir o sucesso das vendas. Além disso, é importante que o site seja acessível e esteja alinhado com as orientações para uma melhor experiência do usuário. Dificilmente o consumidor irá finalizar a compra se tiver dificuldades para navegar.

Não se esqueça do pós-venda

Etapa fundamental para a fidelização do cliente, o pós-venda deve ser pensado desde o planejamento inicial. Prepare sua equipe de atendimento e suporte e garanta canais rápidos e efetivos de comunicação. O bom atendimento colabora muito para a satisfação do consumidor, que pode passar a promover a marca para seu círculo social. 

Quer conhecer mais soluções para o seu negócio? Coloque um bigode! Acompanhe nossas redes sociais para mais conteúdos. 

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!